NewGen lançará blog e boletim informativo

Iniciativas permitirão intensificar a integração de jovens profissionais da comunidade de ADRs no Brasil, estimulando a troca de experiências 

Por Sérgio Siscaro

 

Dentre suas atividades institucionais, o CAM-CCBC estimula a troca de experiências entre profissionais da área, como forma de divulgação dos mecanismos alternativos de solução de controvérsias (ADRs, na sigla em inglês). Uma dessas iniciativas é a New Generation (NewGen), comissão que reúne jovens para auxiliar no desenvolvimento da nova geração de advogados, árbitros, mediadores e atuantes no mercado de ADRs.

A comissão é capitaneada por jovens advogados de forma independente do Centro e já tem diversos projetos em andamento. A fim de intensificar o seu alcance – além de manter suas atividades durante o período de quarentena decorrente do novo coronavírus –, o grupo está lançando o NewGen Blog e o NewGen News, seu boletim informativo.

A publicação da primeira edição do boletim está programada para o início do segundo semestre. Nele, constarão as principais novidades do mercado, comentários sobre casos, divulgação de eventos da área e anúncios de vagas para profissionais do setor.

O projeto é conduzido por quatro associados ao NewGen, que participaram de um processo de seleção promovido pelo Comitê Gestor e serão editores tanto da newsletter quanto do blog.

Pós-graduada em Direito Digital e Processo Civil, Clara Santos foi fundadora do Núcleo de Estudo da Paraíba em ADR, além de ter estagiado no escritório ToledoMarchetti, em São Paulo. Já Ana Carolina Castro já tinha experiência em editar a Revista de Arbitragem e Mediação, e atualmente trabalha no escritório Mendes Advogados Associados, especializado em arbitragem.

Raul A Zaidan Filho é Assistente Jurídico de Zaidan Advogados em Manaus/AM e graduando em Direito pela Universidade Federal do Amazonas. Já Iván Fonseca Ramos, quarto editor, é peruano, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Já Iván Fonseca Ramos, quarto editor, é peruano, formado pela Universidade Villareal de Lima e hoje está em São Paulo para curso de extensão em arbitragem pela Fundação Getúlio Vargas.

“Inicialmente, o projeto focava-se na publicação regular de um boletim. Para que ele funcionasse, seria necessário que se estabelecesse um repositório de notícias – então, sugerimos que se criasse, em paralelo, um blog da NewGen, que pode ser um ponto de referência para os jovens que se interessam por temas ligados à arbitragem”, afirma Santos. “Tudo que for incluído na newsletter estará presente no blog”, complementa Castro.

O blog também abre a possibilidade de notícias que cubram um período mais alongado – e as mais destacadas serão incluídas no boletim. E, com isso, ter mais eficácia na divulgação dos ADRs: “Além disso, pretendemos convidar os associados da NewGen a também expor seus pontos de vista e compartilhar suas experiências – o que contribuirá para que possamos apresentar uma diversidade maior de visões”, afirma Santos.

A primeira leva de notícias abordará a pandemia da Covid-19 e seus efeitos sobre o universo das ADRs, mas também temas como comentários sobre casos internacionais e as mudanças nas competições de arbitragem no exterior.

 

A nova geração das ADRs

“A ideia do CAM-CCBC era evitar que [o NewGen] fosse um grupo apenas para ‘cumprir tabela’; deveria efetivamente atender às necessidades específicas desse público. Com a entrada da nova diretoria do Centro o projeto acelerou, com a ideia de se estabelecer um Comitê de Gestão, que foi formado em meados do ano passado”, recapitula um dos integrantes do Comitê, Bernard Potsch Moura, sócio de Batista Martins Advogados.

De acordo com ele, a NewGen foi estabelecida com base em dois pilares principais: desenvolver projetos, sempre trazendo associados para conduzi-los (como no caso do blog e da newsletter); e constantemente consultar os participantes sobre suas necessidades e expectativas por meio de um formulário – cujas respostas nortearam as primeiras atividades do grupo.

Outro aspecto permeia os trabalhos do grupo: a integração regional. “Surgimos como uma associação de jovens, mas temos a missão de funcionar também como uma ferramenta útil para a promoção da diversidade — cultural, étnica, regional, de gênero etc. — no mercado de resolução de conflitos. A prática de ADRs é muito presente no Sudeste e especialmente no eixo São Paulo-Rio de Janeiro, mas ainda um pouco incipiente fora dele — inclusive em grandes polos comerciais e industriais, onde há muito potencial de desenvolvimento desse mercado. Queremos criar um espaço para integrar os jovens profissionais de outras regiões no mercado de ADRs e consequentemente contribuir com a evolução da prática nesses lugares”, afirma a também integrante do Comitê Luísa Quintão, associada da Justen, Pereira, Oliveira & Talamini.

A NewGen tem diversos outros projetos em andamento. O segundo webinar do ano, realizado em julho, foi voltado às ADRs no Nordeste, e o grupo promoverá outros ainda neste ano abordando temas como o panorama da região Norte e diversidade nas ADRs. Outros exemplos são a chamada de artigos sobre a Lei Geral de Proteção de Dados, lançada no início de julho, e workshop sobre adimplemento contratual e quantificação de danos em arbitragens, a ocorrer em agosto.

Conheça também a
X