CAM concede incentivo para participação em curso na Áustria

A busca por métodos de Resolução Alternativa de Disputas (ADRs, na sigla em inglês) aponta crescimento entre as empresas brasileiras. Como um dos protagonistas dessa tendência de alta, o CAM-CCBC vem oferecendo ferramentas a quem deseja aprofundar seu conhecimento no tema. Uma das iniciativas mais recentes são as duas bolsas de estudo para o curso “International Dispute Professional Academy”, com aulas presenciais em Viena, na Áustria.

O curso organizado pela Negotiation Academy vai treinar a capacidade de mediação, negociação e gestão de um procedimento alternativo de disputas.

“As bolsas são um incentivo para o jovem profissional começar sua carreira. A negociação é necessária para atuar em qualquer posição na área de resolução de disputas e a mediação está em constante crescimento no Brasil e no exterior”, explica Clara Bastos, analista de Business Development do CAM-CCBC.

A Negotiation Academy foi fundada por Claudia Winkler, formada pelo Harvard Negotiation Project, com experiência no Centro de Arbitragem Internacional de Nova Iorque como ADR Development Coordinator. A escola já treinou mais de mil estudantes e profissionais de diversas áreas em todos os continentes.

As ganhadoras da bolsa são Mayara Nunes, estudante de L.L.M., da Queen Mary de Londres; e Lara de Oliveira, advogada formada pela Universidade Federal do Paraná.

Números de mediação e arbitragem

De 2015, quando foi publicada a lei de mediação no país (lei 13.140/15), até junho de 2018, o número de procedimentos de mediação realizados pelo CAM-CCBC aumentou em 80%, quando comparado aos quatro anos anteriores à aprovação da lei. Os valores médios envolvidos nesses procedimentos têm aumentado todos os anos na área corporativa. Em 2017, foram R$ 254 milhões, contra R$ 72 milhões em 2016.

Com relação à arbitragem, os números também são extremamente positivos. Desde a fundação do CAM-CCBC em 1979, foram instaurados mais de mil procedimentos arbitrais, sendo que mais do que 50% dos casos foram recebidos nos últimos cinco anos.

Conheça também a
X