Que decisão você tomaria se fosse a presidente do CAM-CCBC?

O curso Arbitration Academy é realizado em uma das cidades europeias mais famosas em Arbitragem Internacional, reunindo professores de algumas das maiores câmaras de arbitragem do mundo. Quem não sonha ser aluno em um programa desses? Sediado em Paris, é quase como uma edição de colecionador, com turmas organizadas apenas uma vez por ano. Em 2019, o CAM-CCBC foi a primeira Câmara brasileira a integrar o curso, representada por sua presidente Eleonora Coelho.

Além de um panorama sobre a arbitragem no mundo e no Brasil, os alunos tiveram acesso a cases baseados em situações reais, com foco na prática da arbitragem. Nas simulações desses casos durante a aula de Eleonora, a principal pergunta direcionada aos alunos foi: que decisão você tomaria se fosse o presidente do CAM-CCBC?

A participação em cursos como esse é uma oportunidade de disseminar a arbitragem brasileira no exterior. Em torno de uma hora, Eleonora traçou um panorama geral do Centro, contando sobre seu regulamento, código de ética, procedimentos, resoluções administrativas, entre outros temas.

A presidente fez parte de um corpo docente renomado, composto por professores como a ex-Vice-Presidente da divisão civil da corte de apelação da Inglaterra e País de Gales, Elizabeth Gloster; e a professora emérita da Escola de Direito da Universidade de Genebra, Gabrielle Kaufmann-Kohler, um dos nomes mais influentes na arbitragem mundial.

Alunos com origem em mais de 70 países

O programa da Arbitration Academy inclui um curso geral, alternando a cada ano entre Arbitragem Comercial Internacional e Arbitragem de Investimento. Há ainda aulas especiais sobre temas específicos, bem como workshops e seminários sobre arbitragem institucional oferecidos por diversas instituições arbitrais. Em 9 edições anuais, a Arbitration Academy reuniu mais de 650 estudantes com origem em mais de 70 países diferentes, bem como número superior a 100 professores.

Conheça também a
X