Aberto à expansão internacional, startups e relações comerciais Brasil-Canadá

Para a equipe do FCR Law, o Direito não tem fronteiras. Com advogados preparados para atuar no Canadá, nos EUA e em diversas nações da União Europeia, o escritório possui uma área especial para atender empresas brasileiras que desejam se estabelecer no Canadá e as canadenses que visam desembarcar no Brasil. O Canadian Desk é um time de especialistas que fala inglês e francês fluentemente, compreendendo as diferenças culturais e legais entre os dois países.

À frente dessa equipe está Philippe Jeffrey. Nascido no Québec e com experiência de 20 anos na PwC, Philippe acumula amplo conhecimento em gestão e direito tributário na assistência a multinacionais, planejamento tributário internacional de pessoas físicas, investimento de grandes empresas estrangeiras no exterior, entre outras atividades.

Com destaque principalmente nas áreas de Direito Tributário e Societário, o FCR Law é bastante ativo na divulgação do relacionamento Brasil-Canadá. Duas vezes por ano o escritório realiza um Road Show por cidades canadenses com esse objetivo. Em março deste ano, o foco foi Toronto. Em conjunto com parceiros, o FCR Law organizou o seminário “Brazil under new administration – How to do business in Brazil in a practical manner”.

O evento realizado no Ontario Investment and Trade Center (OITC) teve participantes como o fundador do FCR Law, Eduardo Fleury; a cônsul-geral do Brasil em Toronto, Ana Lélia Beltrame; e a cônsul canadense em São Paulo, Elise Racicot.

Energia para um projeto bilionário

Na área de energia, um dos projetos mais recentes do FCR Law foi a assessoria a um grupo de investidores estrangeiros com participação em uma empresa brasileira.

Em um leilão no fim de maio, a empresa ganhou o direito de construir quatro usinas de biomassa, movidas a resíduos de madeira de reflorestamento. O leilão foi realizado para fornecimento de energia para Roraima e movimentou R$ 1,62 bilhão em investimentos para contratar uma potência nominal de 293,8 megawatts, segundo informações da Agência Brasil.

A parte representada pelo FCR Law será responsável por usinas que vão gerar 40 megawatts, com prazo de 24 meses para construção. O restante da infraestrutura será construído por outros fornecedores.

Outro foco do FCR Law diz respeito ao mercado de startups. O escritório está cadastrado no Connection Bureau – plataforma da CCBC de matchmaking entre startups, investidores, prestadores de serviço e entidades apoiadoras, com a principal finalidade de dar suporte à internacionalização desses negócios. Seguindo a mesma filosofia de incentivar a expansão internacional das empresas, os sócios do escritório promovem constantes reuniões com startups latino-americanas no Canadá, dando apoio ao seu crescimento.

Conheça também o
X