Reunião via Skype na montanha a -20°C e outras aventuras pelo Canadá

Vander Amaral tem um combinado na ON Animation Studios, estúdio canadense e francês que produz filmes, séries e curtas em realidade virtual, onde é diretor técnico. Ele pode se ausentar algumas vezes por mês do escritório para tocar as iniciativas de sua empresa própria, a Be Studios. Uma dessas iniciativas é um programa de TV, transmitido também via internet, em que Vander viaja pelo Canadá inteiro mergulhando em esportes radicais e aventuras pouco divulgadas pelo turismo tradicional. Essa agenda dupla às vezes produz situações curiosas.

“Em geral me desconecto totalmente para me dedicar à gravação do programa. Mas teve uma vez que a equipe da Be Studios esperou eu participar de uma reunião da ON Animation por Skype no alto de uma montanha a 20 graus negativos, antes de reiniciar as filmagens”, conta Vander.

O programa a que ele se refere é a série The Routineproof Project (À prova de rotina, em português), que na primeira temporada contou com sete episódios de 22 minutos e mais de 10 mil quilômetros percorridos ao longo de cinco meses de gravação, com alguns intervalos.

O cenário do programa é perfeito para quem gosta de curtir a natureza com, digamos, uma boa dose de emoção, já que Vander e seu sócio na série, o também brasileiro Ray Andrade, exibem além das paisagens maravilhosas as performances em snowboard, skateboard, freebord, surfe, mountain bike e outras atividades do gênero.

15 milhões de espectadores na TV

Para a próxima temporada, o programa ganhará um novo nome, Roaming, e continuará na grade do canal a cabo Woohoo, onde vem sendo exibido há quase dois anos em horários nobres. Na TV, os vídeos já alcançaram cerca de 15 milhões de telespectadores, o que representa 24 mil pessoas assistindo por minuto.

Os números atraem marcas como a Via Rail. Em um dos episódios, a operadora nacional de trens do Canadá cedeu passagem e quarto confortável no vagão, com chuveiro, possibilitando que Vander e Ray partissem da Estação Central de Montreal até as proximidades do porto de Halifax, na Nova Escócia, em uma viagem de 24 horas. No meio do caminho, subiram no vagão com vista panorâmica, onde a dupla assistiu ao nascer do sol.

Recheado de cenas de skate, o episódio termina na bela praia de Lawrencetown, onde apesar das poucas ondas – o mar estava “flat”, como dizem os surfistas – Vander e Ray encararam as frias águas locais.

Por que o Canadá?
Vander está há seis anos no Canadá, mas sua vida empreendedora começou no Brasil, onde abriu a VnV Gamez, que mais tarde deu origem a Be Studios. Na VnV ele se dedicava a projetos de realidade virtual e jogos mobile, atraindo clientes de países diversos, principalmente canadenses.

A partir daí a mudança para Montreal foi um passo natural. Associado à CCBC desde janeiro, ele esteve na inauguração do escritório fixo da Câmara na cidade, em novembro do ano passado. Nesse tempo, com apoio da instituição Vander conseguiu marcar reuniões com potenciais patrocinadores do programa.

Para assistir a um dos episódios do Roaming, produzido pela Be Studios, acesse aqui.

Para conferir alguns dos trabalhos da ON Animation, Vander dá a dica: o estúdio produz a série infantil Miraculous Lady Bug (Netflix) e vai lançar em agosto nos cinemas “Playmobil – O filme”.

Site da Be Studios:  www.bestudios.ca

Conheça também o
X