A saborosa estratégia da 2ª Semana de Gastronomia Brasileira no Canadá

A distância entre as capitais de Brasil e Canadá é superior a 7 mil quilômetros. Mas durante a mais recente edição da Sial, uma das principais feiras de alimentos e bebidas do mundo, os dois países se aproximaram num saboroso ponto de encontro: a cozinha.

Na 2ª Semana de Gastronomia Brasileira no Canadá, organizada pela CCBC paralelamente ao evento, a carioca radicada em São Paulo Mariana Valentini comandou um cardápio especial com ingredientes nacionais no restaurante Cava, do chef Doug Penfold, um dos mais reconhecidos do país.

Para contar sobre a experiência, Mariana, que já teve um programa de gastronomia com outras chefs no canal de TV a cabo Fox, nos recebeu em seu restaurante Brodo, no Itaim Bibi, zona sul da capital paulista.  Ela conta que além do cardápio que ficou à disposição dos clientes no Cava, foram organizados jantares exclusivos para produtores brasileiros e os potenciais compradores locais, com itens que estavam sendo promovidos pela delegação do Brasil.

Segundo participantes da missão brasileira na Sial, esses jantares foram essenciais para os clientes canadenses saborearem e entenderem na prática as possibilidades de uso dos ingredientes. As oportunidades comerciais dos produtos sempre ficaram em evidência.

“Os convidados se impressionaram com algo que tentei demonstrar que é a versatilidade nos usos dos alimentos, como o palmito”, conta Mariana, cuja ligação com o Canadá é familiar. Sua falecida avó paterna nasceu em Toronto e migrou para o Brasil na infância.

Quando até o caju pode ser uma surpresa

A versatilidade a que a chef se refere apareceu também na compota de caju levada como amostra para a Sial pela CCBC, que Mariana transformou em chutney, acompanhando os dadinhos de tapioca – entrada de um dos cardápios. “O caju foi uma grande surpresa para os canadenses, que na maioria das vezes conhecem a castanha, mas não se atentam ao fato de que é uma fruta”, diz.

Para o mercado canadense, conta muito o processo de produção e plantio, com o respeito ao meio ambiente e às condições da mão de obra. Trata-se de um público aberto a novidades, com predileção especial por ingredientes orgânicos e naturais, o que favorece preciosidades como o açaí e o cupuaçu da Amazônia. “A gastronomia brasileira empresta frescor ao menu canadense, com nossa diversidade de legumes, frutas e raízes”, aponta a chef, que elogiou a qualidade do salmão local e ressaltou a frequente presença dos defumados nas receitas canadenses.

Nos bastidores do Cava

Conforme reza a etiqueta do país anfitrião, Mariana não deixou tudo para a última hora. Na qualidade de visitante do Cava, a chef chegou ao Canadá com alguns dias de antecedência, o que acredita ter sido essencial para conhecer seu espaço de trabalho e os colegas de cozinha. Durante o período de intercâmbio profissional, Mariana em suas próprias palavras “vestiu a camisa”.

Foram oito horas de trabalho diárias, auxiliando também na montagem do cardápio original do concorrido restaurante, onde fazer uma reserva não é das tarefas mais fáceis. “Considero uma honra e uma responsabilidade muito grande representar o Brasil em um país pelo qual tenho muito carinho e uma forte conexão”, destaca.

Com os pratos de influência ibérica e latino-americana, o Cava foi aberto há mais de 10 anos em Toronto e costuma circular nas listas dos melhores restaurantes do Canadá. O chef da casa, Doug Penfold, possui ainda o Chabrol, de comida francesa.

A 2ª Semana de Gastronomia Brasileira no Canadá foi realizada entre os dias 30 de abril e 4 de maio. Além do menu especial para os clientes e dos dois jantares exclusivos para os participantes da missão e potenciais compradores no Cava, a Semana promoveu outro jantar exclusivo no Le Milsa, uma Steakhouse brasileira em Montreal.

Confira uma das opções de cardápio apresentadas nesses eventos:

Special Menu
– Starter, main course and dessert.

Starters
– Brazilian appetizers sampler with 3 dips (banana vinagrete, biquinho pepper marmelade and parsley pesto with cashew nuts).
– Pupunha heart of palm rolls filled with creammy mushrooms, served with kale crisp and turmeric puree.

Main Course
– Tambaqui fish ribs with guava barbecue sauce.
– Braised pork tenderloin marinated in cachaça, garlic and herbs with salty granola crust, spaghetti made with pupunha heart of palm and mini onions baked in pequi oil (brazilian cerrado fruit).

Dessert
– Churros with paçoca (specialty peanut candy) crumbs.
– Brazilian ice cream duo – açaí and cupuaçu (amazon fruits) dark brazilian chocolate ganache, granola and chocolates.
– Canadian cheese sampler with brazilian marmelades.
– Coffee with brazilian sweet popcorns

Conheça também o
X