Agenda intensa em prol da inovação

Último trimestre do ano foi marcado por eventos virtuais de aproximação entre startups brasileiras e agentes do ecossistema canadense

Por Estela Cangerana

A persistência da pandemia de COVID-19 não impediu que o relacionamento entre os players dos ecossistemas de tecnologia e inovação do Canadá e do Brasil continuasse avançando em 2020. Prova disso foi a concorrida agenda de encontros virtuais que tomou os meses de outubro, novembro e dezembro, descortinando as múltiplas oportunidades de desenvolvimento de negócios no setor. Mais do que nunca, a necessidade de digitalização e a crise mundial potencializaram a criatividade das mentes empreendedoras, que encontram em território canadense um ambiente fértil para fazer suas ideias prosperarem.

O Summit Innovation in Healthtech (entre 14/10 e 11/11), a Innovation Week (de 10 a 13/11) e o Global Connection (11/11 a 09/12) são alguns exemplos dos vários fóruns de negócios e networking que abordaram esse tema, com patrocínio ou apoio da CCBC. Eles se somam à Canada House, que integra a SP Tech Week este mês, e encerra o ano no setor da inovação.

O Canadá é um dos países mais abertos à inovação no planeta, com programas do governo e de instituições privadas direcionados especificamente ao setor, conforme destacou a vice-cônsul Marie Hélène Béland, durante a Innovation Week, evento organizado pelo portal Startupi. Entre os vários projetos de incentivo aos negócios estão os cinco superclusters regionais, criados com o intuito de aproximar os atores do ecossistema de cada uma das áreas, incluindo empresas, academia e centros de pesquisa. Eles abordam Digital Technology (na província da Colúmbia Britânica), Protein Industries (na região das Pradarias Canadenses), Next Generation Manufacturing (em Ontário), Scale AI (Quebec) e Ocean (nas províncias do Atlântico).

Os superclusters, no entanto, são apenas uma entre as muitas iniciativas de estímulo à tecnologia e inovação espalhadas por todo o país. Em se tratando de Canadá, não faltam exemplos de startups desenvolvidas com sucesso. Alguns desses empreendedores compartilharam suas experiências durante os fóruns digitais dos últimos meses. Para muitos, o acesso à informação correta e o apoio de  parceiros foi essencial para o negócio dar certo.

Conexões

Uma das formas de fazer essas conexões é por meio da plataforma Connection Bureau, desenvolvida pela Comissão de Tecnologia da CCBC, que promove gratuitamente o matchmaking entre startups, investidores, prestadores de serviços e entidades apoiadoras. Para participar, é preciso fazer a inscrição no site, que passa pela avaliação de um Conselho Curador antes de ser validada. “Buscamos projetos que tenham alguma sinergia com os dois países para que haja um melhor aproveitamento dos recursos da plataforma”, explicou Paulo de Castro Reis, diretor de Relações Institucionais da Câmara, que participou da Innovation Week e da missão virtual internacional Global Connection, organizada pela Softex.

De acordo com o executivo, a agenda intensa de eventos abordando o ecossistema do país, com grande interesse dos brasileiros, reflete a percepção crescente da receptividade e da estrutura canadenses para startups. “Promover a aproximação bilateral para o desenvolvimento de negócios é um dos pilares da CCBC. Nos últimos anos temos apoiado muitos empreendedores nesse caminho de internacionalização e a trajetória positiva deles incentiva outros a seguirem seu exemplo, o que tem gerado um círculo virtuoso no setor de tecnologia e inovação”, completou Castro Reis.

 

Para saber mais:

Canada House: https://materiais.ccbc.org.br/canada-house
Summit Innovation in Healthtech 2020: https://www.bizmatch.com.br/caldeira
Startupi Innovation Week: https://startupimatch.com.br/
Global Connection Softex: https://globalconnection.softex.br/

 

 

 

Conheça também o
X