Celebração à brasileira

Brazilian Week CCBC Online Festival levou aos canadenses amostras da cultura e do jeito verde-amarelo de fazer negócios

Por Estela Cangerana

 

Em 20 sessões online abertas ao público, que abordaram diferentes temas, com 70 palestrantes convidados, e mais de 200 conteúdos gratuitos em seu site, a 1ª edição do Brazilian Week CCBC Online Festival trouxe ao público canadense um pouco da essência brasileira dividida em três eixos temáticos: inovação, oportunidades de negócio e cultura. O evento, que celebrou os 198 da Independência do País, em 7 de setembro de 1822, aconteceu entre os dias 7 e 11, em uma ação da CCBC, com o apoio da Embaixada do Brasil no Canadá, Consulados brasileiros em Montreal, Toronto e Vancouver, além de outros parceiros e do patrocínio da Air Canada.

Pela primeira vez a data foi comemorada com um evento virtual de aproximação entre os dois países, devido às restrições causadas pela pandemia do novo coronavírus. Mas a distância física não impediu uma grande confraternização, com adesão maciça do público, que conferiu debates, apresentações e conteúdos da mais alta qualidade. Tudo pela internet.

“Este evento se tornou ainda mais importante neste momento de isolamento. Em julho mostramos o Canadá para os brasileiros durante o Canada Day CCBC Online Festival, agora chegou a vez de mostrar o Brasil para os canadenses. A tecnologia está permitindo que façamos isso. Espero que estes sejam os primeiros de vários eventos juntos”, afirmou o presidente da CCBC, Paulo Perrotti, durante o coquetel virtual de abertura do festival.

A sessão contou também com a presença do embaixador do Brasil no Canadá, Pedro Henrique Lopes Borio, da embaixadora canadense no Brasil, Jennifer May, do secretário parlamentar do Ministério de Relações Exteriores do Canadá, Robert Oliphant, do diretor de Relações Institucionais da CCBC e curador do festival, Paulo de Castro Reis, e do general manager da Air Canada no Brasil, Giancarlo Takegawa. A parlamentar canadense Julie Dzerowicz, que não pôde estar ao vivo, enviou uma mensagem gravada. Todos lembraram a importância da aproximação entre os dois países e a enorme gama de possibilidades de negócios.

 

Oportunidades no radar

Dentro da programação de webinars destinados a discutir o campo econômico-comercial, a agenda contemplou a apresentação de tendências do mercado brasileiro, o maior da América Latina e um dos mais relevantes mercados de consumo do mundo. Considerando apenas a parcela de renda mais alta da população, as chamadas classes A e B, são mais de 21 milhões de pessoas, de acordo com levantamento do Banco Bradesco, a partir de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2017. É um público apto a comprar mesmo em períodos de oscilações e crises, e que reage positivamente à oferta de produtos premium ou gourmet, por exemplo. Outra boa oportunidade pode estar no mercado de franquias, um setor com sólido crescimento no Brasil e que movimentou R$ 187 bilhões em 2019 (equivalentes a cerca de CAD$ 47 bilhões).

Além do consumo, um país em desenvolvimento e de dimensões grandes como o Brasil reserva bons negócios em vários outros setores. As mais de 5,5 mil cidades brasileiras são um mercado em potencial para soluções inovadoras no caminho de se tornarem smart cities, por exemplo. Há ainda um campo amplo de possibilidades de investimentos financeiros e em obras de infraestrutura, sem falar na longa tradição do relacionamento bilateral em ramos como o da mineração. Essa última atividade, inclusive, teve uma sessão exclusiva para falar da participação feminina.

Dentro da temática de negócios, as sessões do Brazilian Week abordaram também a economia criativa, sustentabilidade, tecnologia e empreendedorismo.

 

Inovação

Assim como no Canadá, uma das características mais marcantes do Brasil é a diversidade, seja das regiões, da população ou da cultura plural. Essa marca está presente também na inovação. Por todo o País, diferentes hubs estimulam uma rica produção de soluções inovadoras, com novos modelos de negócios em ecossistemas férteis em vários setores. Toda essa diversidade da inovação brasileira foi apresentada aos canadenses em vários webinars.

Um dos destaques, e talvez o mais conhecido centro de negócios e pesquisas do País, São Paulo ganhou uma sessão especial. O Estado oferece um rico e dinâmico mercado, estruturado com parques tecnológicos, incubadoras, aceleradoras, universidades de ponta e instituições de apoio ao empreendedorismo, a começar por sua capital, uma das maiores e mais importantes cidades do mundo. É nela, inclusive, que acontece a São Paulo Tech Week, semana de tecnologia e inovação de expressão internacional.

A diversidade da cultura inovadora do Brasil se expressa também nos setores de atuação. Agritechs, biotechs, fintechs, edtechs, startups de AI: a variedade de negócios promissores é grande. Entre eles, pesquisa e desenvolvimento para uma produção agroalimentar mais sustentável e a cooperação na área da saúde estiveram nos temas abordados com grande sucesso pelo Brazilian Week.

 

Cultura

Como não poderia deixar de ser em uma celebração do Brasil, a rica cultura do País atraiu muito a atenção dos canadenses durante o Festival. A gastronomia única esteve presente em sessões que revelaram os sabores típicos em alimentos e bebidas, como a famosa cachaça. A literatura nacional foi representada em um debate que lembrou os 100 anos de nascimento de uma das autoras ícones do século 20, Clarice Lispector. Já a internacionalmente reconhecida música brasileira ganhou duas sessões exclusivas.

Por fim, a programação cultural do evento ainda apresentou as múltiplas faces do turismo no País sob a perspectiva canadense e a experiência de morar no Brasil.

 

Para saber mais:

Assista as gravações de todas as sessões do Brazilian Week CCBC Online Festival e tenha acesso aos mais de 200 conteúdos gratuitos em https://ccbc.org.br/brazilianweek/

 

 

Conheça também o
X