Agtechs conquistam mais espaço no mercado

CCBC apoia evento virtual voltado a empresas que desenvolvem soluções inovadoras para o setor agrícola

Por Sérgio Siscaro

Soluções inovadoras e disruptivas têm surgido em diversas áreas de atividade – e não poderia ser diferente com o setor agrícola. Chamadas de agtechs, agrotechs ou agritechs, essas startups se caracterizam pelo uso da tecnologia para aprimorar os processos de plantio, colheita, gerenciamento de fazendas e gestão de dados, entre outras aplicações. No caso do Brasil, país cujo setor agrícola é um de seus principais geradores de riqueza, a contribuição das agtechs pode ser decisiva para elevar a produtividade no campo.

A proliferação das agtechs se alinha ao prognóstico feito pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em seu estudo Visão 2030, publicado em 2018. Nele, a estatal identificou algumas megatendências para o futuro da atividade agrícola no país, tais como: mudanças socioeconômicas e espaciais; intensificação e sustentabilidade dos sistemas de produção; mudanças climáticas; agregação de valor nas cadeias produtivas; protagonismo dos consumidores; e convergência tecnológica e de conhecimentos na agricultura. Estes desafios demandariam, segundo a Embrapa, o uso de soluções tecnológicas inovadoras, que possam gerar aumento de produtividade e redução dos custos ambientais e sociais da produção.

De acordo com dados levantados pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups), de um universo total de 13,3 mil startups em atividade no país no início de outubro de 2020, cerca de 3,5% delas atuam no setor agrícola. Essas agtechs se localizam principalmente em São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. E sua atuação tem sido crescentemente demandada pelo agronegócio brasileiro. Dados da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP) indicam que 67% das propriedades agrícolas do país já utilizaram algum tipo de solução tecnológica inovadora.

Das ideias ao mundo real

A fim de discutir as possibilidades abertas pela aplicação de novas tecnologias no campo, a aceleradora de startups canadense Fabrique_A, de Montreal, promoverá entre 26 e 30 de outubro, com o apoio da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC), a iniciativa Fusion Agtech Challenge. Trata-se de um evento online que reunirá empreendedores de agtech e especialistas do Canadá, Brasil e França, a fim de validar soluções trazidas pelas startups que atuam no segmento agrícola – minimizando, desta forma, os riscos dos projetos.

Por meio de oficinas e sessões de exploração e experimentação, o Fusion Agtech Challenge ajudará os participantes a encontrarem o formato ideal de seu produto, após resolver variáveis como o problema que será resolvido, as melhores opções para execução da ideia, e o desenvolvimento de um protótipo.

Além disso, o evento permitirá às startups participantes explorar novas oportunidades que contribuam para desenvolver seus negócios, descobrir novos mercados nos quais sua solução possa ser implementada e estabelecer conexões com outros players do setor. Na outra ponta, empresas brasileiras de agronegócio que desejem compartilhar seus desafios junto às agtechs, também contarão com espaço na programação.

A CCBC apoia o evento por meio da divulgação junto a startups e empresas de agronegócio; produção de conteúdo sobre o mercado de tecnologia no setor agro brasileiro e indicação de experts para participação nas sessões de design sprint.

Mais informações sobre o Fusion Agtech Challenge podem ser obtidas por e-mail: [email protected]

Conheça também o
X