DIVERSIDADE

CLIPPING

EDITORIAL

Diversidade – uma transformação construída por todos

Liderança é um dos fatores críticos de sucesso de qualquer iniciativa, especialmente quando está relacionada à mudança de cultura de uma organização. Ao implantar o Programa de Diversidade na Falconi, o forte sponsorship demonstrado pela nossa presidente Viviane Martins tem sido crucial para garantir que a prioridade do tema seja cascateada por toda a empresa. Somado a isto, a criação de um Comitê composto por representantes de diversas áreas e níveis hierárquicos trouxe uma visão transversal para o tema.

Contudo, para uma efetiva implantação de um Programa de Diversidade é imprescindível que o apoio da liderança esteja acompanhado da mobilização e engajamento do time, garantindo que as decisões alcancem o dia a dia da organização por meio das atitudes das pessoas.

Não imaginávamos o quanto o caráter colaborativo que marca nossa cultura toma proporções ainda maiores quando o assunto é respeito às diferenças. A primeira prova disto foi quando decidimos ouvir as pessoas em uma pesquisa de percepções sobre diversidade durante o lançamento do Programa. Embora a participação fosse voluntária, obtivemos uma altíssima adesão de 84%. Além disto, a importância da diversidade foi declarada com unanimidade, bem como a urgência de sermos melhores neste sentido.

Outra evidência marcante refere-se ao envolvimento das pessoas na proposição e execução de ações. Contamos com uma base de voluntários para garantir que as ações definidas no plano do Comitê sejam executadas a tempo e com a qualidade desejada. Com este apoio, nossas áreas de suporte têm revisitado seus processos, com um olhar atento à diversidade. Diariamente nos perguntamos “quais barreiras à diversidade este processo oferece?” ou então “como posso deixar meu processo mais inclusivo?”.

Para potencializar o envolvimento do time foram criados cinco grupos de afinidade em torno das seguintes temáticas: gênero, orientação sexual, cor e raça, formação e experiências e PCD (pessoa com deficiência). Os grupos são liderados por pontos focais e um sponsor na figura de um sócio da Falconi. Eles têm nome próprio, identidade visual e se auto organizam, contando com o apoio do Comitê. Periodicamente os membros se juntam para discutir, entender, aprender, propor e executar melhorias. Importante destacar que se reúnem de maneira figurativa, utilizando tecnologia, pois nossos consultores estão literalmente espalhados pelo mundo todo. De forma alguma isto nos impede de atuar.

Um exemplo da força dos grupos é a nossa Temporada da Diversidade, uma grande imersão no tema. Cada grupo teve uma semana para trazer educação e visibilidade através de pílulas de conhecimento divulgadas interna e externamente. Com dedicação e criatividade, foram produzidos vídeos, cartilhas, enquetes, artigos e realizadas rodas de conversa. Orgulhamo-nos dos primeiros passos dados no caminho do aprendizado, e nos fortalecemos com a certeza de que apenas por meio do conhecimento e da conscientização pode haver mudanças em nossas atitudes. Este princípio se alinha ao nosso negócio, que tem em seu cerne a geração de conhecimento para a construção de uma sociedade melhor.

Fica evidente que sem o apoio da alta liderança nosso movimento não teria começado. Da mesma maneira, sem nosso time ele não teria a força que tem. Se em algum momento a diversidade foi considerada uma iniciativa isolada, hoje é de conhecimento amplo e disseminado que a diversidade nos faz uma organização melhor e que esta transformação é reponsabilidade de todos nós. Mais ainda, é uma paixão compartilhada.

Ana Beatriz Félix e Sarita Vollnhofer são consultoras da Falconi e membros do Comitê de Diversidade.

Ana Beatriz Félix

Ana Beatriz é graduada em engenharia ambiental pela UFV e possui MBA em gerenciamento de projetos pela ESALQ. Atua há 4 anos na Falconi em projetos em órgãos privados e públicos (com ênfase em educação). Atualmente compõe o Comitê de Diversidade da Falconi.

Sarita Vollnhofer

Sarita possui mestrados em International Affairs e Public Health pela Universidade de Columbia em Nova Iorque e é graduada em administração de negócios pela FHWN, na Áustria. Na Falconi há 5 anos, com forte atuação na liderança de projetos no segmento de educação e como membro do Comitê de Diversidade da consultoria. Antes disso, trabalhou em organizações multilaterais como a ONU, o Banco Interamericano de Desenvolvimento e Care International nos EUA, Europa, Africa e América Central.

Norton Rose Fulbright’s Walied Soliman is a leader in promoting diversity: UN Association in Canada

10 de dezembro de 2019

Walied Soliman, global chair and Canadian chair…

Scotiabank recognized for creating culture of diversity in workplace

22 de outubro de 2019

At Benefits Canada’s 2019 Workplace Benefits, Scotiabank was recognized in the…

With gender diversity comes quality

14 de outubro de 2019

Equal opportunities are driving performance, and BMO’s Lesley Marks see potential with women at…

Brasil está em 7º lugar em índice de inclusividade no trabalho; Canadá lidera

30 de setembro de 2019

O Brasil alcançou o 7º lugar no Kantar Inclusion Index, primeiro índice…

Promoting diversity in the boardroom and within management

19 de setembro de 2019

New diversity disclosure requirements for CBCA…

Some hard conversations we need to have about true diversity and inclusion in the workplace

06 de dezembro de 2019

I recently spoke at the #MovetheDial diversity and inclusion (D&I) summit in…

Wattpad releases third annual diversity and inclusion survey

17 de outubro de 2019

Wattpad has released the results of its 2019 Diversity and Inclusion survey, which tracks the identities of the company’s…

A Air Canada agora usará anúncios neutros de gênero em voos

14 de outubro de 2019

Como parte de um movimento que vem…

Natura é reconhecida como uma das melhores empresas em diversidade e inclusão do mundo

30 de setembro de 2019

Ranking elaborado pela…

Consultoria aponta que investir na diversidade turbina os resultados

17 de setembro de 2019

Estudo da americana…

Why Women-Owned Startups Are a Better Bet

June 6, 2018. The gender pay gap is well documented: women make about 80 cents for every dollar that a man earns. Less well known: the gender investment gap.

Investidores se preparam para apoiar mulheres em conselhos

April 19, 2018. … alguns dos maiores investidores do mundo estão voltando o foco para as mulheres.

Brazilians are pushing back against sexual harassment – but an office culture littered with ‘kisses’ makes it tricky

May 27, 2018.

Top Canadian fintech companies help women succeed, for more than just the bottom line

April 17, 2018. Firms are increasingly aware that ‘without a diverse workforce, we can’t design a product for everyone out there’

Mulher vai comandar a Bolsa de Nova York pela primeira vez na história

22 de maio de 2018. Engenheira industrial por formação, Stacey Cunningham, de 43 anos, será a primeira mulher em 226 anos a presidir a Bolsa de Valores de Nova York…

Canadian Firms Must Report Gender Pay Gap In U.K., And It's Huge

April 9, 2018. Several banks said the mean hourly rate was between 35 and 44 per cent lower than men’s rate.

My paternity leave was wonderful – all fathers should be given the chance

April 21, 2018. I have a close relationship with my daughter; we are buddies

Como criar um ambiente mais diverso (e inclusivo), segundo a diretora-geral do PayPal

09 de abril de 2018. Paula Paschoal fala sobre liderança feminina, igualdade salarial e inovação na unidade brasileira da companhia

Conheça mais sobre a Comissão de Diversidade da CCBC

Entre em contato com o Departamento Comercial da CCBC

Conheça também o
X