David Verbiwski é o novo cônsul geral do Canadá no Rio de Janeiro

Em sua segunda passagem pelo Brasil, diplomata pretende se empenhar pessoalmente para ampliar a aproximação bilateral em vários setores

Por Estela Cangerana

Desde o segundo semestre de 2020, o Consulado Geral do Canadá no Rio de Janeiro é liderado pelo diplomata David Verbiwski. Ele substitui Evelyne Coloumbe, que estava no cargo desde 2017. Em sua segunda passagem pelo Brasil, o novo cônsul-geral espera aproveitar a experiência que já tem do País para apoiar fortemente a intensificação do relacionamento bilateral em todos os seus âmbitos, seja entre empresas, cidadãos ou governos.

As áreas de negócios e investimentos, o suporte aos canadenses no Brasil e os projetos comuns entre os governos, especialmente em questões de direitos humanos e diversidade, estão no radar do diplomata durante sua gestão. “Estamos aqui para ajudar as empresas a expandirem seus negócios. Mas nosso trabalho vai além do trade e engloba todos as possibilidades de aproximação”, afirma.

De acordo com Verbiwski, a Covid-19 é um desafio extra, mas que não deve prejudicar a evolução dos trabalhos. “Estamos vivendo uma época ímpar da pandemia, que mudou o jeito como atuamos. Nos adaptamos às novas formas de trabalho e continuamos buscando a excelência no atendimento. Nossa equipe desenvolveu modelos de missões comerciais online, webinars e estabeleceu conexões virtuais em reuniões B2B”, explica.

“Embora todos concordemos que reuniões presenciais são preferíveis, há alguns benefícios claros em eventos online: sem a necessidade de viagens, vimos um número maior de empresas canadenses e brasileiras participando de reuniões comerciais e criando conexões. Uma de nossas prioridades será continuar buscando maneiras inovadoras de conectar o Canadá e o Brasil”, completa.

Entre os temas em que o cônsul geral deve se concentrar ainda está a aproximação bilateral na área de arte e cultura. “Nossos dois países têm muitas coisas a compartilhar e é por meio das artes e da cultura que mostramos nossos valores sobre diversidade, inclusão, direitos humanos e meio ambiente. Estou ansioso para construir conexões nesta área.” O ano de 2021, especialmente, ainda trará as celebrações de uma data importante: o 80º aniversário das relações diplomáticas Canadá-Brasil, um marco que deve ser comemorado com uma programação de eventos ao longo do ano.

Afinidade com o País

David Verbiwski possui um vasto conhecimento do mercado nacional e um ótimo relacionamento com membros da iniciativa privada e do setor público, adquiridos durante sua primeira missão no Brasil. Entre 2005 e 2009, ele foi gerente do programa comercial no Consulado Geral do Canadá em São Paulo. A experiência deve contribuir para a conquista dos objetivos atuais. “Estou de olhos abertos, no entanto, para o fato de que as coisas mudaram e que preciso olhar para o relacionamento por seu potencial futuro. O que vejo são dois países que têm muito em comum. Precisamos identificar e fortalecer essas áreas de visão compartilhada para o benefício dos dois lados”, diz.

O diplomata ainda possui fortes laços familiares no País. É casado com uma paulistana, com quem tem uma filha de quatro anos. “Estou muito feliz de estar aqui. Pessoalmente, posso dizer que é muito excitante poder voltar ao Brasil com minha família.”

No Consulado do Rio de Janeiro, Verbiwiski será responsável também pelos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, localidades que ele pretende visitar regularmente, assim que a situação da pandemia de Covid-19 permitir. Juntos, os três estados respondem por cerca de 25% do Produto Interno Bruto (PIB) do País.

Para acompanhar essa expressividade econômica, o cônsul geral destaca a estrutura local do governo canadense, com uma equipe dedicada de comissários de comércio e a oferta de uma gama completa de serviços, seja para o desenvolvimento de mercado de exportação, atração de investimentos para o Canadá, facilitação para canadenses que investem no Brasil ou fomento de vínculos bilaterais em inovação, ciência e tecnologia.

No Rio de Janeiro, alguns setores de maior destaque nos negócios bilaterais são óleo e gás, energias (incluindo as renováveis), tecnologias oceânicas, educação, indústrias culturais e turismo. Em Minas Gerais, mineração e educação também são bastante relevantes.

Trajetória

David Verbiwski é bacharel em Física pela Universidade Bishop e atuou no setor privado na Indonésia e de recursos naturais no Canadá antes de ingressar na carreira diplomática, em 2001. Desde então, ocupou diversos cargos no exterior incluindo o de comissário de comércio em Jacarta, na Indonésia (de 2002 a 2005), gerente do programa comercial em São Paulo, no Brasil (de 2005 a 2009), comissário regional de comércio sênior para a África Oriental em Nairóbi, no Quênia (2010 a 2013) e conselheiro comercial em Havana, Cuba (2014 a 2018). Até assumir o Consulado no Rio de Janeiro, Verbiwski atuou como vice-diretor responsável por conformidade nuclear e cooperação na Divisão de Não Proliferação e Desarmamento em Ottawa.

Conheça também o
X