Conheça o perfil do consumidor canadense

Como se distribui a população canadense?

No último censo, realizado em 2016 pelo Statistics Canada, o departamento do governo federal, equivalente ao IBGE, mostrou que a população canadense alcançou os 35 milhões de habitantes com um crescimento populacional em todas as províncias. Esse crescimento ocorreu, em grande parte, por conta de um forte movimento de imigração.

Toronto, capital da província de Ontário, continua se destacando por ser a maior área metropolitana do país, com 5,9 milhões de habitantes. A população da região metropolitana de Montréal, em Québec, já chegou aos 4,1 milhões, enquanto no extremo oeste do país, a cidade de Vancouver (Colúmbia Britânica), agora tem de 2,5 milhões de moradores. As províncias mencionadas acima, respectivamente, são as maiores em população e em dinamismo econômico, o que não exclui o potencial de negócios de outras províncias.

Devido ao inverno rigoroso e à maior concentração de atividades econômicas, quase dois terços da população canadense localiza-se próxima à fronteira com os EUA, ou seja, cerca de 66% da população concentra-se em apenas 4% do território nacional.

O perfil do consumidor canadense

O perfil do consumidor canadense, aliado às características multiculturais do país e às condições econômicas e sociais favoráveis, vem tornando o Canadá um polo atrativo para investidores brasileiros que desejam abrir uma filial de suas empresas no país ou expandir suas operações para o exterior.

Para compreender melhor como as empresas brasileiras podem explorar o mercado do Canadá, reunimos as principais características do consumidor canadense:

Mosaico cultural

A imigração é parte constitutiva da história do Canadá. A cada ano, o país recebe milhares de novos imigrantes em busca de trabalho e de uma nova vida no país. Além das diferenças culturais por conta das colonizações distintas feitas por Inglaterra e França, é possível encontrar praticamente todos os países dentro do Canadá! Comunidades de indianos, portugueses, chineses, filipinos e também de brasileiros convivem em harmonia e respeito, no que ficou conhecido como Mosaico Cultural, no qual todo indivíduo pode manter sua identidade e ainda assim ser parte do todo. Essas comunidades trazem produtos típicos de seus países de origens em mercados locais, contudo a demanda por esses produtos étnicos tem se expandido para outros grupos de consumidores que buscam novidades de marcas, sabores, aromas e texturas.

Alta renda per capita

De acordo com dados do CEIC Data, o PIB per capita da população canadense foi de 43,006.06 USD em 2017 (cerca de três mil e seiscentos dólares por mês ou aproximadamente treze mil e quinhentos reais por consumidor), colocando o Canadá entre os 20 países com o maior PIB per capita do mundo.

Trata-se, portanto, de um mercado consumidor com elevado poder aquisitivo, que aceita pagar mais por bons produtos.

Elevada escolaridade

O Canadá é referência mundial em educação devido a seu sistema bem estruturado e a métodos diferenciados, tendo como base de seu ensino o multiculturalismo. Os investimentos em Educação, que chegam a 6% de todo o PIB, possibilitam índices de alfabetização de 99% no país e mais de 85% de pessoas com graduação de ensino superior. Isso torna o consumidor canadense muito mais bem-informado e exigente em relação aos produtos que consome.

Elevada Consciência do Consumidor (Healthy and Ethical)

Em consequência do item anterior, o consumidor canadense busca por produtos diferenciados no mercado. Essa diferenciação vem com consciência social e ecológica, e também na busca por produtos relacionados a bem-estar e saúde. Temas como estímulo a pequenos produtores artesanais e locais, certificação de marcas, embalagens sustentáveis, produtos com reduzida pegada de carbono e que contemplem o bem-estar de pessoas e de animais, vem ganhando cada vez mais espaço nas prateleiras canadenses.

Alimentos sem glutem, sem lactose, naturais, não geneticamente modificados, sem corantes ou açúcares entram nas categorias de produtos saudáveis, visados por todas as faixas etárias da população canadense e não apenas da população mais velha.

Constituição etária

O Canadá possui, atualmente, uma pirâmide etária com base mais estreita, ou seja, um percentual menor de bebês e crianças, comparado ao número de jovens e adultos. Isso se deve especialmente ao desejo das mulheres canadenses de ter menos filhos ou nenhum filho, reduzindo as taxas de fertilidade do país.

A partir de 20 anos para cima, a proporção populacional é mais representativa (millenials), contudo, o maior número de canadenses hoje em dia encontra-se entre os 50 e 59 anos. Esse público, em geral, ainda está trabalhando e apresenta-se muitas vezes no auge de suas carreiras, com as maiores rendas per capita, comparada às demais faixas etárias. A população mais velha, acima de 65 anos, também é muito representativa e há perspectivas que até 2030 chegue a corresponder a 16,5% da população canadenses, ou 6,8 milhões de pessoas.

Vale ressaltar, que os altos graus de escolaridade e consciência do consumidor implicam em preocupação com a saúde, aspectos sociais e ambientais desde os jovens adultos (millenials) até a população mais velha, refletindo no hábito de consumo de todos.

Amplo acesso à internet

O Canadá é um país desenvolvido e oferece ótima infraestrutura de comunicação para a sua população. Praticamente 100% da população tem acesso à Internet e cada vez mais o consumidor canadense é adepto das compras digitais. As gerações mais novas estão mais familiarizadas com esse formato de compra, inclusive compras por meio do celular, mas o crescimento do consumo digital para as gerações mais velhas também vem se desenvolvendo. O alto nível de instrução desse público gera consumidores que averiguam todas as informações antes de efetuar uma compra e consideram importante o uso das redes sociais na sua decisão.

Você já conhecia o perfil do consumidor canadense? Como a sua empresa enxerga as oportunidades de mercado no Canadá? Deixe o seu comentário.

Conheça também o
X