CAM / CCBC

Login para acesso restrito

conteúdo exclusivo p/ associados
PT    |    EN    |    FR
Icone CCBC

Agenda

Eventos e Programações

Icone CCBC

Newsletter

Receba nossas news

* Campos de preenchimento obrigatório
Inscrever-se
Descadastrar

Intercâmbio de startups entre Brasil e Canadá está em alta

Brasil e Canadá estão cada vez mais próximos quando se trata do universo das startups. Cidades dos dois países são listadas em rankings do setor, e o intercâmbio, que tem sido cada vez mais intenso, promete não decepcionar em 2017.

Startups brasileiras procuram no Canadá o contato com novas tecnologias, investidores e a preparação necessária quando o objetivo é entrar no mercado dos Estados Unidos. Os canadenses miram o mercado robusto do Brasil, com ainda muito potencial de crescimento.

A Dream 2B, empresa que atua com internacionalização de startups para o Canadá, vê o interesse dos brasileiros crescer ano a ano. Em 2016, foram realizadas duas missões de negócios e um programa de aceleração em Vancouver com sete semanas de duração, o LEAP International, em parceria com a aceleradora Launch Academy. O projeto teve o apoio da CCBC, Consulado do Brasil em Vancouver, British Columbia Ministry of International Trade, NACO (National Angel Capital Organization) e Perrotti e Barrueco Advogados, e contou com um grupo de investimento privado liderado pelo investidor-anjo Marco Poli.

Participaram as startups Qranio, Mecasei.com, Dinneer, Trakto, Winker, Filho sem fila e Ciclano. Segundo Regina Noppe, co-fundadora e CEO da Dream 2B, o programa prepara as startups para atingir seu objetivo no país, seja o de atrair investimentos ou de se implantar no Canadá e acessar os Estados Unidos. "É necessário conhecer as características do país antes de uma reunião para não queimar cartucho", diz Regina. Apesar de as missões normalmente serem apenas o início de um relacionamento, alguns resultados já apareceram, como uma proposta de joint venture e aporte financeiro.

O programa rendeu ainda apresentações das startups ao NACO grupo de investidores-anjo. Em seu evento anual de seleção das startups mais promissoras, três brasileiras foram classificadas entre as 35 finalistas.

No sentido contrário, o Brasil atraiu em outubro a visita da Tec Edmonton, considerada a melhor incubadora canadense de 2014 e que estuda se instalar no país. Segundo Paulo Perrotti,  do Perrotti e Barrueco Advogados, já existem empresas da província de Alberta interessadas em aportar no Brasil. O escritório, que tem o setor de TI entre suas especialidades, fornece todas as informações para que as empresas possam decidir sobre sua atuação no país e qual o formato mais adequado. 



A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.ccbc.org.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2014 / 2017 - CCBC - Todos os direitos reservados.
by Tendenza Tecnologia