Novas ideias contra a Covid-19

Canadá desenvolve série de soluções inovadoras que contribuem para combater a pandemia do novo coronavírus e ajudam empresas e pessoas a atravessarem período de crise sanitária

Por Sérgio Siscaro

A disseminação global do novo coronavírus a partir do início de 2020 representou uma série de desafios a países, empresas e a populações – de ordem sanitária, econômica e social, entre outros. Apesar das diferenças nas formas de combater a doença e conviver com as restrições por ela trazidas, um aspecto foi essencial para a continuidade dos negócios, das atividades de ensino e do próprio confinamento doméstico das pessoas: a tecnologia. Soluções para comunicação à distância, detecção de possíveis casos de Covid-19 e meios de pagamento virtuais foram algumas das formas de se conviver com a crise sanitária.

O Canadá tem se beneficiado no combate ao novo coronavírus por condições específicas do país – como a agilidade em realizar testes na população, a pronta resposta de diversas províncias e territórios em adotar medidas de contenção, e a disciplina da população em seguir as recomendações das autoridades de saúde. Como resultado, o país foi classificado em 13º lugar no ranking das 53 economias que melhor têm administrado essa crise sanitária, elaborado pela Bloomberg. E um dos fatores que têm contribuído para isso é o desenvolvimento de soluções tecnológicas que permitam, por um lado, combater a Covid-19; e, por outro, garantir à sociedade condições de funcionar o mais próximo de condições de normalidade possível.

Incentivo à inovação

Antes da crise sanitária, o país já apostava pesadamente no desenvolvimento de atividades de pesquisa e inovação. Com a disseminação da pandemia, o Canadá criou fundos de investimentos para apoiar empresas inovadoras que buscassem formas de mitigar os impactos da Covid-19. É o caso do Innovative Solutions Canada, um programa do governo federal do país que aloca recursos para a criação de soluções voltadas ao enfrentamento da crise sanitária.

Também do governo canadense, o já existente Strategic Innovation Fund (SIF), que busca acelerar projetos inovadores, investiu CAN$ 792 milhões, no âmbito da iniciativa Medical Contermeasures (MCM), para o desenvolvimento de testes e a produção de vacinas. E a celeridade foi uma exigência do momento crítico trazido pela pandemiaCovid-19: o primeiro projeto, da Abcellera Biologics, foi anunciado apenas 19 dias após o início das negociações do projeto.

Conheça também o
X