Busca OK
Site CCBC
Home
Edição nº 49
Edição nº 48
Edição nº 47
Edição nº 46
Edição nº 45
Edição nº 44
Edição nº 43
Edição nº 42
Edição nº 41
Edição nº 40
Edição nº 39
Edição nº 38
Edição nº 37
Edição nº 36
Edição nº 35
Edição nº 34
Edição nº 33
Edição nº 32
 · Editorial
 · Notas
 · Notícias
 · Matéria da Capa
 · Entrevista
 · Negócios
 · Arbitragem
 · Turismo
 · Educação
 · Artigo
Edição nº 31
Edição nº 30
Edição nº 29
Edição nº 28
Edição nº 27
Edição nº 26
Edição nº 25
Edição nº 24
Edição nº 23
Edição nº 22
Edição nº 21
Edição nº 20
Edição nº 19
Edição nº 18
Edição nº 17
Edição nº 16
Edição nº 15
Edição nº 14
Edição nº 13
Edição nº 12
Edição nº 11
Edição nº 10
Edição nº 09
Edição nº 08
Edição nº 07
  Edição nº 32

Notas

Passeio nas alturas
Uma das experiências turísticas mais emocionantes de Toronto (Ontário), a caminhada no topo da CN Tower está definitivamente aberta ao público. O EdgeWalk permite ao turista andar sobre o teto do restaurante 360 (a uma altura de 356 metros) preso por cabos de segurança. Além de admirar as paisagens impressionantes da cidade, os participantes do passeio podem andar até a beirada da torre e inclinar o corpo em direção ao vazio. Por conta das condições extremas do programa, algumas pessoas (como mulheres grávidas ou quem tenha se submetido a uma cirurgia complexa até seis meses antes) não podem fazer o passeio. No caso de mau tempo, as reservas serão remarcadas. Além dos equipamentos de segurança, a roupa apropriada para a caminhada também é fornecida pela empresa organizadora. Outras informações: www.edgewalkcntower.ca.

Lançamento simultâneo
Com o objetivo de se fortalecer no concorrido mercado de smartphones, a Research in Motion (RIM), fabricante canadense dos aparelhos BlackBerry, fez o lançamento simultâneo de cinco modelos com o novo sistema operativo BlackBerry OS 7. A ação mundial, em parceria com 225 operadoras de diferentes países, é a maior operação desse tipo realizada pela companhia desde a sua fundação, em 1984. Os aparelhos, com telas sensíveis ao toque e novos formatos – um deles é o mais fino já fabricado pela marca –, são uma tentativa de adequação do catálogo de produtos às novas exigências dos consumidores. Nos últimos anos, a maior velocidade de processamento, a interação com redes sociais e a variedade de aplicativos têm sido determinantes nas decisões de compra. No trimestre passado, as vendas globais da RIM atingiram 13,2 milhões de celulares e cerca de 500 mil unidades do tablet PlayBook.

Torch 9860: modelo recém-lançado

Aposta nas exportações
Apesar da maior instabilidade da economia mundial – provocada principalmente pelas dúvidas quanto ao desempenho das economias do euro e pelas incertezas em relação à retomada do crescimento dos Estados Unidos –, as empresas exportadoras canadenses estão mais confiantes, segundo os resultados mais recentes do Trade Confidence Index (TCI), elaborado pela Export Development Canada (EDC), agência oficial de crédito para o setor exportador. Em seis meses, o indicador subiu de 74,1 para 76,2 pontos, refletindo o otimismo das mil empresas consultadas. Os principais motivos que levaram à melhora das expectativas são o aumento da demanda de produtos canadenses no mundo, a recuperação do mercado interno e o fechamento de novos contratos. Nesse cenário, economias emergentes (como o Brasil) têm assumido uma maior representatividade no comércio exterior do país.

Expectativas otimistas
Para elaborar o índice de confiança, a EDC entrevistou empresários para saber
quais fatores podem influenciar seus negócios
nos próximos meses:


Estabilidade do mercado

22%

Crescimento da demanda

21%

Novos contratos

15%

Piora da economia

11%

Queda da demanda

10%

Melhora da economia

10%

Incentivo à pesquisa
Cientistas brasileiros e canadenses se reuniram recentemente em Ottawa (Ontário) para debater novas parcerias em pesquisa durante o encontro Promovendo a excelência na colaboração estratégica com o Brasil. As possibilidades que as universidades dos países têm para aproveitar ainda mais os acordos e recursos existentes foram um dos temas de destaque do evento, que contou com a participação de representantes de entidades brasileiras, como a Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp), a Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Coordenação de Pessoal de Nível Superior (Capes), e canadenses, como a Diretoria de Educação Internacional e Juventude do Canadá e as universidades de Toronto e de Western Ontario. Na ocasião, os participantes também discutiram iniciativas que podem gerar novas oportunidades para o intercâmbio científico bilateral. Atualmente, instituições de cada país mantêm
94 acordos de cooperação, segundo dados apresentados no evento.

Viagem sobre trilhos
Conhecer o Canadá de trem pode ser uma boa opção para os interessados em descobrir as diferentes paisagens do país. Uma das ligações mais tradicionais da América do Norte, a The Canadian  – que conecta Toronto (Ontário) a Vancouver (British Columbia) – é um dos destaques. Para ampliar as possibilidades de seus clientes, a BWT Operadora, especializada em roteiros ferroviários no Brasil, incluiu em sua lista de produtos os pacotes da TT Operadora, que comercializa trajetos canadenses. Ao contrário do Brasil, que conta com uma rede ferroviária limitada, o Canadá mantém uma grande e extensa malha viária. Em 2010, mais de 4,1 milhões de pessoas foram transportadas pelos trens da companhia pública VIA Rail Canada.

Festival de jardins
Uma das atrações turísticas ao ar livre mais interessantes do Quebec, o Festival Internacional
de Jardins (International Garden Festival) reúne no The Reford Gardens/Jardins de Métis, até o próximo dia 2 de outubro, obras de arte naturais feitas por 25 paisagistas e arquitetos de todo o mundo – especialistas de países como França, Alemanha e Estados Unidos. Atividades relacionadas à gastronomia complementam a programação, assim como um simpósio sobre a arquitetura de três grandes
cidades: Berlim, Tóquio e Nova York. Desde 2000, foram apresentados 125 jardins de mais de 220 artistas de 14 países. Informações: www.refordgardens.com

Universo maia
Considerada uma das civilizações pré-hispânicas mais desenvolvidas, os maias (cujo território se estendia por quase toda a Guatemala, parte de Honduras, Belize e os atuais estados mexicanos de Yucatán, Quintana Roo, Campeche, Chiapas e Tabasco) mantiveram por cerca de dois mil anos uma cultura própria elaborada, estudada até hoje por pesquisadores de todo o mundo. No Canadá, a exposição Maya: secrets of their ancient world (Maias: segredos do seu mundo antigo, em tradução livre), aberta a partir de 19 de novembro, no Royal Ontario Museum, em Toronto (www.rom.on.ca/), revela detalhes das tradições e costumes daquela civilização, como os rituais, as cerimônias e a organização social em clãs familiares. Ao todo, foram reunidos cerca de 250 artefatos, entre esculturas, cerâmicas e máscaras. Além disso, os visitantes poderão conhecer em detalhes a escrita e o complexo calendário da civilização maia e também assistir a apresentações audiovisuais.

Soluções para o crescimento
Especializada em soluções para comunicações empresariais, a Aastra Telecom do Brasil – subsidiária da Aastra Technologies Limited, com sede em Concord (Ontário) – adota mudanças no modelo de negócios para aumentar sua presença no mercado brasileiro. O objetivo é dobrar o faturamento (atualmente equivalente a 5% das operações globais) até 2012. Para isso, a companhia incluirá novas revendas à sua rede de parceiros e implementará um programa de canais de atendimento semelhante ao adotado pela matriz: as empresas colaboradoras, nesse caso, dedicam-se exclusivamente aos pedidos mais complexos, como a montagem de redes de telecomunicações. Como a maioria de seus clientes está atualmente nas regiões Sul e Sudeste, o grupo pretende aumentar sua presença no Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Obesidade e saúde
Uma pesquisa recente divulgada pela York University, em Toronto (Ontário), questiona um dos principais mitos da medicina: o de que a obesidade é sinônimo de complicações de saúde. Após estudarem as informações médicas de cerca de seis mil pessoas ao longo de 16 anos, os pesquisadores liderados por Jennifer Kuk chegaram à conclusão de que os obesos saudáveis vivem tanto quanto indivíduos magros, além de estarem menos sujeitos a doenças cardiovasculares. "As nossas descobertas desafiam a ideia de que todos os obesos precisam perder peso. Além disso, é possível que tentar perder peso – e falhar – seja mais prejudicial do que simplesmente ter quilos a mais e manter um estilo de vida saudável, com atividades físicas regulares e uma dieta balanceada", avalia Jennifer. A pesquisa se baseou na classificação de obesidade de Edmonton (EOSS, na sigla em inglês), considerada mais confiável do que o tradicional Índice de Massa Corporal (IMC).

Base de negócios
Atenta ao aumento de vendas de seus aviões na América do Sul, a canadense Bombardier decidiu montar em São Paulo, até o final de 2011, um escritório de apoio regional para clientes executivos do continente. Segundo a companhia, “poderemos resolver mais rapidamente os problemas, atenuar riscos, além de dar ainda mais apoio a uma clientela em crescimento na região”. Atualmente, cerca de 470 aeronaves da marca são usadas regularmente na América Latina. O transporte ferroviário também desperta o interesse da multinacional pelo Brasil. Em agosto, a Bombardier Transportation Brasil se juntou às afiliadas da Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos), entidade que representa empresas responsáveis por 90% de todo o transporte do segmento no país.

Guia de patentes
O Canadian Intellectual Property Office (Cipo), agência responsável por assuntos relacionados a propriedade intelectual, preparou um guia para empresas exportadoras canadenses ou de outros países. Com a cartilha, empresários podem tomar medidas simples para evitar que os seus produtos sejam copiados por concorrentes:
1 - Aprendizado: Conhecer as leis de propriedade intelectual do próprio país e dos países que forem destinos de negócios.
2 - Planejamento: Avaliar
quais produtos e serviços
podem ser considerados propriedade intelectual.
3 - Estratégia: Desenvolver um plano de ação próprio de manutenção e preservação do capital intelectual da empresa.
4 - Pesquisa: Identificar, por meio de pesquisas, possíveis competidores e parceiros que tenham patentes equivalentes.
5 - Registro: Formalizar o
registro de patentes por iniciativa própria ou com a ajuda de empresas especializadas.
6 - Consultoria: Considerar a possibilidade de encarregar
a profissionais especializados
a manutenção de registros.
7 - Prevenção: Evitar o uso não-licenciado de patentes por meio
de planejamento e registro prévios.
8 - Parcerias: Licenciar o uso
de patentes para parcerias e
a expansão dos negócios.

Imigração em destaque
Brasileiros e canadenses são os povos que demonstram ter maior aceitação à imigração. Segundo relatório recente da Ipsos Mori, uma das maiores empresas de pesquisa do Reino Unido, 49% dos entrevistados no Brasil disseram que os imigrantes fazem do país um lugar mais interessante. No Canadá, a mesma resposta foi dada por 48% do público questionado. No ranking da pesquisa, que ouviu 17 mil pessoas em 23 nações, os dois países ficaram à frente da Austrália (46%), da Índia (46%) e da Indonésia (42%), onde são registradas taxas elevadas de imigração. A visão positiva dos brasileiros, no entanto, está acompanhada da ideia (para 38%) de que a presença de estrangeiros aumenta a dificuldade de encontrar emprego. No Reino Unido, 68% das pessoas pensam dessa forma. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 700 mil estrangeiros vivem atualmente no Brasil.

Cinema em Vancouver
Entre 29 de setembro e 14 de outubro, os cinéfilos poderão aproveitar 16 dias dedicados exclusivamente ao cinema durante a 30ª edição do Vancouver International Film Festival, no Vancity Theatre, considerado um dos encontros desse tipo mais importantes do mundo. Para comemorar as três primeiras décadas do evento – nesse período, mais de 7,6 mil filmes foram vistos por cerca de 3,1 milhões de pessoas –, os organizadores incluíram na programação diversos documentários sobre diferentes manifestações artísticas, como dança, música e teatro. As produções premiadas em festivais de outros países, entre escolhas do público e obras de estreantes, serão as principais atrações. Entre elas, alguns destaques são Restoration (vencedor do prêmio de melhor filme no Festival de Sundance) e A separation (vencedor do Festival de Berlim 2011).

Ações comerciais
No dia 29 de setembro, José Castro, assessor comercial do Escritório do Governo do Quebec em São Paulo, apresenta palestra sobre o desenvolvimento de negócios no mercado brasileiro durante conferência com especialistas e líderes empresariais – realizada pelo Québec Internacional, em parceria com a Export Development Canada (EDC) e o Ministério do Desenvolvimento Econômico, da Inovação e Exportação (MDEIE). O MDEIE também organizou, entre 29 de agosto e 2 de setembro, em colaboração com a representação do Quebec na capital paulista, uma missão comercial ao Brasil, para que as empresas PDevices, Unitas World, B2T, Telops e Obzerv, de equipamentos, serviços de segurança e supervisão civil, pudessem identificar potenciais parceiros no país. Ainda em setembro, companhias quebequenses de tecnologia participaram do estande canadense na Futurecom, feira de telecomunicações realizada entre os dias 12 e 14, em São Paulo. Na ocasião, os participantes se reuniram com executivos brasileiros.

Mídia global
A inovação é um dos elementos mais importantes das relações entre o Brasil e o Canadá. Acordos oficiais, intercâmbios acadêmicos e parcerias empresariais são alguns exemplos de ações conjuntas na área. Separadamente, os dois países também acumulam bons resultados. Segundo o Índice Global de Inovação 2011, calculado pela The Business School for the World (Insead), o Canadá subiu da 12ª para a oitava posição em um ano, enquanto o Brasil, durante o mesmo período, avançou da 68ª para a 47ª colocação no ranking, situando-se à frente da Rússia (56ª) e da Índia (62ª), por exemplo. Ao todo, 125 nações são incluídas no estudo, considerado uma referência sobre o tema. Uma das conclusões é que "o Brasil está dando passos importantes em termos de absorção tecnológica e de conhecimento, particularmente nas áreas de importação de produtos de alta tecnologia (19% a 15,7% do total) e de computadores e serviços de comunicações (49,4% do total)".

Líderes mundiais (em pontos)


Suíça

63,82

Suécia

62,12

Cingapura

59,64

Hong Kong

58,80

Finlândia

57,50

Dinamarca

56,96

Estados Unidos

56,57

Canadá

56,33

Holanda

56,31

10º

Reino Unido

55,96

47º

Brasil

37,75

espaço do leitor

Sugestão editorial
“A revista Brasil-Canadá é uma importante fonte de informações sobre as relações entre os dois países. Uma característica me chama a atenção: os temas escolhidos poderiam ser um pouco mais diversificados, incluindo também assuntos mais ‘leves’, como matérias sobre as experiências de brasileiros e canadenses que decidiram migrar, eventos culturais, parcerias de organizações sociais, etc. Dessa forma, a publicação mostraria também iniciativas que não são exclusivas do mundo dos negócios”.
Pedro Barbosa, Curitiba (PR)

Parcerias internacionais
“A matéria sobre a experiência tecnológica do Canadá (Uma prova de tecnologia, edição nº 31) deixa claro como o Brasil, por meio de parcerias com outros países, pode se preparar melhor para os grandes eventos esportivos dos próximos anos. Tendo em vista a dimensão dessas competições internacionais, além das obras que precisarão ser feitas para que o país possa receber bem inúmeros turistas, é essencial que parcerias com outros países, como o Canadá, sejam feitas nos próximos anos.”
José Aparecido, São Paulo (SP)


<< Anterior Próxima >>
 
 
  Rua do Rocio, 220 - 12º andar - cj. 121 - São Paulo - SP - Brasil - tel. +55 (11) 4058-0400  
Câmara de Comércio Brasil-Canadá - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução do conteúdo sem autorização.